Deixem-me ser feliz

Serei eu capaz de criar?

Ou limito-me a copiar?

Ideias, sentimentos, rostos, paisagens

Serei eu um criador?

Ou apenas alguém que se limita a seguir os outros?

Estou louco…

Sinto-me enjaulado.

Não posso ser quem sou

Não consigo agir como sinto

Estou preso àquilo que esperam de mim

Cortam-me as asas; impedem-me de voar;

Querem-me agarrado ao chão

Com planos, resoluções, evoluções

À minha imagem? À imagem de quem nos criou?

À imagem de quem quer liderar, de quem quer que o siga?

À imagem daquele que achamos ser o nosso ídolo?

Deixem-me sentir, deixem-me viver,

deixem-me perder e ganhar,

Deixem-me falhar!

Não me apontem o dedo, não me digam o que devo fazer

O meu destino depende de mim

Passo a passo o meu caminho estou a construir.

Só eu sei aquilo que me faz feliz.

E eu quero voar!

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

Advertisements

Um pensamento sobre “Deixem-me ser feliz

  1. Pingback: É urgente viver!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s